©2018 by Crítica e Diálogo. Proudly created with Wix.com

Doralice, A menina descalça

April 6, 2019

 

 

A cultura é o teatro devem ser acessível para todos os públicos, assim as crianças não passam despercebidas pela narrativa cênica. Mesmo nessa atualidade onde a tecnologia traz um deslumbre visual, o teatro infantil nunca teve tanta importância para esse público que poderá ser futuramente apreciador da arte ou até um artista. Com isso as peças infantis devem lembrar que o público alvo deve receber espetáculos de qualidade e responsabilidade. A Cia Vento Minuano mostra esse cuidado ao estar no palco com a peça “Doralice, a menina descalça”. É visível ver no final da peça a alegria dos pequenos ao sair do teatro cantando e com brilhos nos olhos após ver um espetáculo divertido e animador que mexe com o universo infantil. Explorando a imaginação e levando a todos vivenciar uma aventura inesquecível ao lado na menina Dora com cara de amora.  
Doralice, a menina descalça se torna agradável de assistir devido ao roteiro, escrito por Juliano Canal, que simplesmente se preocupa em divertir e narrar uma aventura cheia de emoção. A história não se preocupa com o politicamente correto ou com lições de moral, mas está voltada para um momento de explorar a imaginação e criatividade. Tudo isso se dá porque a menina Doralice, que ajuda a sua mãe a catar lixo, está de aniversario e sonha em ganhar um par de sapatos. A mãe para presentear a pequena, deixa ela em casa e vai trabalhar sozinha. Mas o que a mãe gostaria mesmo era de encontrar entre garrafas plásticas, caixas de papelões e outros lixos, um par de sapatos usados para dar a filha. Já Doralice fica em casa sonhando acordada com o tal presente, mas em vez de ficar só pensando em ter os sapatos ela resolve criar uma história fantasiosa para o tempo passar e aí ela vive uma aventura espetacular.
A direção de Airton de Oliveira foi sensível e delicada ao conduzir esse espetáculo e deixar muitas vezes o faz de conta ser o foco principal da história. Sem contar que Oliveira traz ao palco atores que encaram esse espetáculo com maturidade e responsabilidade. Vimos em cena à criação de personagens que mexem com nossa imaginação e nos levam para momentos gostosos e leves ao apreciar a narrativa.
A personagem Doralice, interpretada pela atriz Natasha Villar, se torna deslumbrante com sua energia e criatividade. A menina Dora além se ser espavitada e estar sempre de bom humor, tem uma imaginação contagiante e que nos faz enxergar seu amigo imaginário Ploc. Villar consegue atenção de todos, por muitas vezes estar sozinha em palco, sua energia, dinâmica e expressão são admiráveis. Quando se reportava ao publico com suas falas e reflexões vinham junto a expressão corporal e o jeitinho de menina travessa, que simplesmente provocava sorrisos e alegria no público. A forma que Natasha Villar apresenta Doralice ao público desperta até nos adultos um olhar carinhoso para a sua personagem, a partir das maluquices e graças que ela faz. Doralice sempre tem uma resposta para tudo e uma forma de conduzir e resolver os problemas que a torna animadora. Ao lado de Dejayr Ferreira, Paulo Favarin e Sandra Loureiro conseguem criar uma atmosfera lúdica e musical, que faz com que até pré adolescentes que estavam sentados na mesma fila que eu, sorriam e movimentem seus pés acompanhando as canções.
Uma história que fala sobre mãe e filha. O desejo de ver sua pequena feliz no dia do aniversario. Nas lembranças da vida. No sonho que nunca deve morrer. Na inocência que deve sempre estar em primeiro lugar na nossa forma de observar a vida. E que devemos entender que a vida é uma grande aventura, podendo ser boa ou ruim, dependendo do ponto de vista que escolhermos enxergar. Doralice, a menina descalça se torna otimista e peculiar para o teatro infantil que sempre deve ter esse cuidado especial de se apresentar ao seu publico de forma espetacular para que esse encontro estimule o gosto pela arte.

Please reload

Our Recent Posts

November 11, 2019

November 1, 2019

October 21, 2019

Please reload

Archive

Please reload

Tags

Please reload